quarta-feira, março 29, 2006

Bagunça de Coração

Bagunça, bagunça...
Acontecem. As coisas acontecem...
As bagunças acontecem.
Gostei deste texto. Os créditos vão abaixo.
Bagunça de coração...

Bagunça de Coração

Acostumei com sua cabeça junto a minha no travesseiro.
Acostumei acordar antes e te encher de beijos.

Acostumei em sair e ficar com vontade de ficar...

Seu cheiro... Seu gosto...

Seu sorriso lindo
misturado à imagem dos cabelos cacheados
numa bagunça de lençóis, roupas, toalhas...

...minha bagunça...

Bagunça do meu coração que em festa borbulha!

Ganhei o dia.
Ganhei, no meio da bagunça do acordar, um sorriso.


Alessandra Queiroz

3 Comments:

Anonymous Minha said...

Gostou? Fico lisonjeada! biseaus

quinta-feira, março 30, 2006 9:18:00 AM  
Blogger Alessandro said...

Ah, sim!! Um poema de amor!! Doce, doce!! Vocês são demais!! Agora eu vou. Mas volto para os bares e cervejas de quartas, quintas, sextas, sábados e domingos.

Até a volta!! :-)

segunda-feira, abril 03, 2006 12:44:00 PM  
Anonymous Anônimo said...

Best regards from NY! bingo cards to make time on your network synchronize windows cisco

sexta-feira, março 02, 2007 4:47:00 AM  

Postar um comentário

<< Home